Continuem dizendo seus nomes

Continuem dizendo seus nomes

Destaque Lançamento

Disponibilidade: Disponível em 2 dias úteis


Por:
R$ 55,00

ou 1x de R$ 55,00 Sem juros
Simulador de Frete
- Calcular frete

Um dos mais premiados escritores noruegueses da atualidade, em tradução direta do original

Na tradição judaica, uma pessoa morre duas vezes: a primeira quando seu coração para de bater, a segunda quando seu nome é proferido, lido ou lembrado pela última vez. Em um dia de 2014, o autor se agacha com seu filho em frente a uma “pedra de tropeço”, na cidade de Trondheim, e ouve a pergunta: “Papai, por que ele morreu?”. É a partir desse questionamento que Simon Stranger estabelece um diálogo com as personagens de um dos períodos mais estarrecedores da história da Noruega, construindo letra por letra ― daí o Leksikon do título original ―, um romance que entremeia as várias gerações que constituíram sua própria família com aqueles agiram por sua dissolução.

Por meio de uma pesquisa histórica apurada e um talento maiúsculo na criação imaginativa, Stranger produz de forma inteiramente verossímil os acontecimentos e os desenvolve, criando uma obra de ficção realista ou de realidade ficcional de primeiríssima qualidade.

Stranger lida com maestria tanto com a linha do tempo quanto com a narrativa sob o ponto de vista de diferentes narradores, atraindo o leitor para dentro da história e tornando-o quase que uma outra personagem.

A história é centrada na vida de Hirch Komissar, preso pelos nazistas em Trondheim, e na figura de Oliver Henry Rinnan, norueguês que atuou como agente alemão e que traiu e executou centenas de compatriotas a mando do Reich na casa da rua Jonsvannsveien, 46, que serviu tanto de quartel general da Gangue de Rinnan quanto de residência para descendentes da própria família Kommissar pouco tempo depois da guerra. Esta permanência acaba por influir no casamento e na vida de Ellen, mulher de Gerson, filho de Hirch, por não conseguir se livrar dos fantasmas que habitam tanto ela quanto a casa.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Confira também